O Novembro Azul volta-se para a prevenção e conscientização

Nova Medicarium divulga logotipo
21 de outubro de 2016
Bebês que dormem no quarto dos pais têm menor risco de morte
21 de novembro de 2016

O Novembro Azul volta-se para a prevenção e conscientização

A incidência do câncer de próstata é muito maior que a do câncer de mama, porém, o assunto muitas vezes não é tratado com a devida atenção pelo homem. A expectativa do Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (INCA) é que, somente em 2014, tenham surgido 68.800 novos casos da doença no Brasil. Esse tipo de câncer é o que mais ocorre em homens em todas as regiões do nosso país, depois do câncer de pele.

Além da idade, outros fatores parecem ter relação com o surgimento do câncer de próstata. Primeiramente devemos destacar que pacientes que apresentam parentes que tiveram a doença possuem risco aumentado de desenvolvê-la. Além disso, homens negros possuem mais chances de desenvolver a doença que homens brancos, assim como os obesos apresentam um maior risco.

O diagnóstico é feito pela análise dos resultados dos exames clínicos e do exame de sangue, denominado PSA (Antígeno Prostático Específico). Caso seja observada alguma alteração, uma biópsia deve ser realizada. A recomendação da realização desses exames depende da avaliação do médico. Normalmente é recomendado que eles sejam feitos a partir dos 50 anos de idade. Em pacientes que apresentam histórico familiar desse tipo de câncer, a recomendação é que os exames sejam feitos a partir dos 45.

Espera-se que as campanhas de conscientização sobre a doença no Novembro Azul incentivem os homens a procurarem o médico regularmente. Assim como no Outubro Rosa, durante todo o mês de novembro vários pontos turísticos do país e do mundo são iluminados, dessa vez no tom de azul.

Fonte: Site/ brasilescola.uol.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *